TORREFADORA DE CAFÉ NOS EUA ACEITA PAGAMENTOS E PAGA AGRICULTORES EM CRIPTOMOEDAS

TORREFADORA DE CAFÉ NOS EUA ACEITA PAGAMENTOS E PAGA AGRICULTORES EM CRIPTOMOEDAS

A Rosetta Coffe - uma torrefadora de café especial de pequeno lote - anunciou que estará implementando opções de pagamento por criptografia através da plataforma avançada de comércio eletrônico do Shopping Cart Elie, projetada especificamente para criptomoedas. Sua loja online aceitará o Bitcoin Diamond (BCD), o Bitcoin Cash (BCH), o Bitcoin (BTC), o Dash (DASH), o Ethereum (ETH), o Litecoin (LTC) e o Zcoin (XZC).

Com sede na Virgínia e na Carolina do Norte, a empresa é uma fonte popular de café em grãos inteiros e cervejas entre entusiastas do ramo. Empenhado em selecionar apenas grãos de café verde da mais alta qualidade, o grupo têm torrado e distribuído cafés especiais no sudeste norte americano desde 2006.

Além desta missão permanente de assar cafés deliciosos e inovadores, a Rosetta visa melhorar a experiência de compra de comércio eletrônico para seus clientes:

 

"Estamos entusiasmados em fazer parceria com o Shopping Cart Elite para aceitar a criptomoeda como forma de pagamento em nosso site. Você poderá comprar cafés assados e frescos sem ter que trocar por dinheiro", declarou Aaron Skeen, co-fundador da Rosetta Coffe.

 

A adoção da criptocorrência pela companhia enfatiza seu compromisso com a compra de café de comércio justo, pois os agricultores também recebem diretamente benefícios desse novo processo de negociação eletrônica:

 

“A criptomoeda permite que eles recebam pagamento diretamente e imediatamente sem pagar um intermediário. Eles poderão levar para casa mais do que ganham. Achamos que isso é incrível e se alinha diretamente com nossa missão. Nas próximas semanas e meses, trabalharemos com os agricultores para resolver esse processo e torná-lo mais acessível", disse Skeen.

 

Enquanto o e-commerce está continuamente atingindo novos recordes e evoluindo mais rapidamente do que nunca, os problemas de segurança, os atrasos de pagamento e as tarifas caras decorrentes dos mercados tradicionais de e-commerce continuam a atormentar as pequenas empresas, como a Rosetta Coffee. A introdução do crypto e-commerce as ajudará a superar as barreiras para a expansão internacional, o que deixou o co-fundador da torrefadora animado:

 

"Sempre fomos impedidos de vender para clientes internacionais devido à má proteção comercial da Visa e Mastercard. Estamos empolgados com o fato de que a criptomoeda nos permite começar a oferecer nosso café para novos clientes internacionais, sabendo que a compra é garantida, independentemente do país em que estejam localizados”.