SIA PUBLICA ATUALIZAÇÃO PARA A DIFICULDADE DE SUA REDE

SIA PUBLICA ATUALIZAÇÃO PARA A DIFICULDADE DE SUA REDE

Os desenvolvedores da plataforma de armazenamento descentralizada, Sia, anunciaram o lançamento da versão 1.3.6. Este código de hardware bloqueará os mineradores ASIC da Bitmain e da Innosilicon, em face da bifurcação de sua rede no dia 31 de outubro.

A notícia foi publicada na terça, 16, na conta do Twitter da empresa. Na postagem, é ressaltado que esta versão inclui várias atualizações importantes que irão suportar o hardfork, portanto, é necessário seu download para permanecer na rede da Sia após a bifurcação.

Em outro tweet, foi acrescentado que um dos objetivos da atualização de código é incluir mudanças importantes nos critérios de seleção do host, a fim de fornecer uma melhor defesa contra tentativas de manipulação - principalmente ataques Sybil - que ocorrem quando alguém cria várias identidades que parecem independentes e obtêm uma influência desproporcional na rede.

O código também permitirá que apenas o Obelisk ASIC minere na rede da Sia e seu objetivo é revogar o monopólio que as equipes da Innosilicon exercem na ali. De acordo com as informações oferecidas até agora pela empresa, a ideia é estabelecer a Obelisk como a única detentora de ASIC para a plataforma, cujas equipes possuam um circuito integrado secreto, como mecanismo para mitigar as ações de possíveis atacantes.

Com o lançamento do código, as partes interessadas devem optar por atualizar ou continuar usando a antiga cadeia de blocos. Se isso acontecer, a rede será dividida, como aconteceu com o Monero, Ethereum e Bitcoin. Segundo a equipe de desenvolvedores, essa situação não teria impacto na funcionalidade da rede Sia.

Nesse sentido, um grupo de membros da comunidade do projeto Sia já se manifestou, pois a plataforma informou nos últimos dias sua decisão de continuar com o desenvolvimento da cadeia de blocos original, uma vez concluída a bifurcação. Para isso, criaram uma organização sem fins lucrativos chamada Fundação SiaClassic, que iniciou suas operações na segunda, 15, adotando novos estatutos.

De acordo com o líder do grupo, Scott Ellis, o desacordo decorre do fato de que com o hardfork anunciado muitos membros da comunidade correm o risco de perder milhares de dólares em equipamentos de mineração. Portanto, ele considera que a decisão não leva em conta os melhores interesses da comunidade, e é em detrimento dos mineiros da Sia.

ABORDAGENS OPOSTAS

A abordagem dos promotores do SiaClassic se opõe ao apontado pelo grupo de desenvolvedores que apoia a bifurcação, liderado por David Vorick, que expressou que a decisão foi tomada para beneficiar os membros da comunidade que investiram no desenvolvimento. de mineiros Obelisco ASIC, desde 2017.

De acordo com as observações de Vorick, o processo foi necessário para apoiar essas pessoas que haviam incentivado o projeto e poderiam perder grandes somas de dinheiro devido ao desenvolvimento dos Bitican ASICs e Innosilicon for Siacoin, que entraram no mercado desde o início do ano de uma maneira incomum.

Entre seus argumentos, o desenvolvedor destacou o fato de que, uma vez que o conflito foi desencadeado pelo lançamento desses mineradores, em janeiro passado uma possível bifurcação foi debatida sem muito apoio. Algo que, na sua opinião, não aconteceu desta vez. Ele ressaltou que foi uma eleição que contou com a contribuição de membros da comunidade.