REGULADORES DE HONG KONG PRETENDEM REFORÇAR AS LEIS DE CRIPTOMOEDA

REGULADORES DE HONG KONG PRETENDEM REFORÇAR AS LEIS DE CRIPTOMOEDA

A Ásia é atualmente um dos continentes mais regulamentados do planeta em termos de leis de criptomoedas. E Hong Kong é a última nação que está preparada para fortalecer as leis de criptografia em relação aos comerciantes e bolsas de valores.

A Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio de Hong Kong (SFC) está procurando reforçar as atuais leis de criptomoeda, já que as preocupações com crimes criptográficos e lavagem de dinheiro aumentam em todo o Sudeste Asiático.

 

LEIS DE CRIPTOMOEDA

A posição atual de Hong Kong sobre a criptomoeda é uma das menos rigorosas da região, o que contrasta com a abordagem mais rígida adotada pela China continental. Como o país é um dos principais epicentros financeiros do mundo, a SFC está pronta para reavaliar as leis quanto as moedas digitais, especialmente em termos de regulamentação do setor de Oferta Inicial de Moedas (ICO).

As atividades comerciais relacionadas à criptografia na China são praticamente proibidas, então algumas pessoas podem pensar que esse movimento está muito atrasado. De acordo com a SFC, se um fundo de investimento tiver 10% ou mais de ativos digitais, será necessário obter uma licença. E, mesmo assim, as empresas só poderão vender seus produtos para investidores profissionais.

O SFC quer criar um esquema voluntário em que as bolsas possam testar seus ativos digitais no que está sendo considerado uma “caixa de proteção regulamentar temporária” e, então, decidir se precisam buscar uma licença.

 

"ESCRITO NA PAREDE" DE HONG KONG

A SFC de Hong Kong tem alertado a indústria por muitos meses sobre seus planos de impor leis mais rígidas em relação a criptografia. No início deste ano, em fevereiro, a SFC alertou sete bolsas de criptomoedas na esteira de reclamações feitas por investidores.

Não é de surpreender que a nação asiática esteja tentando restringir as leis de criptomoedas, já que muitas das principais economias do mundo estão atualmente reavaliando sua posição sobre os regulamentos a respeito das moedas digitais.

Há muitos prós e contras em medidas regulatórias mais rígidas sobre a indústria de criptografia de Hong Kong. Embora muitos considerem essencial salvaguardar os investidores e manter uma tampa na indústria, outros acreditam que as novas leis de criptomoeda podem ser dispendiosas e trabalhar contra as empresas de criptografia no país.

O profissional do Instituto Daiwa de Pesquisa, Daisuke Yasaku, acredita que pode ser ruim para Hong Kong:

 

“O custo dos regulamentos será alto. Os requisitos da iniciativa SFC podem ser muito onerosos para alguns operadores”.

 

O valor da adoção mais ampla de criptografia sempre será alto, porém esse é o preço que pagamos às vezes para garantir que a indústria e os investidores estejam protegidos.