PRESIDENTE DO BNDES RESSALTA O POTENCIAL DA TECNOLOGIA BLOCKCHAIN EM EVENTO DA INSTITUIÇÃO

PRESIDENTE DO BNDES RESSALTA O POTENCIAL DA TECNOLOGIA BLOCKCHAIN EM EVENTO DA INSTITUIÇÃO

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está cada vez mais inclinado para a aplicação da tecnologia blockchain em vários de seus projetos. Essa foi a intenção transmitida pelo presidente da instituição estatal, Joaquim Levy, durante um evento promovido pelo próprio banco em parceria com a ONU, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).

 

“O BNDES está comprometido com a inovação e tecnologias que aumentem a produtividade e permitam o surgimento de novos mercados. A blockchain é um tipo de tecnologia com potencial de transformar não só o ambiente de negócios, mas também a vida das pessoas”, declarou Levy.

 

Nesse sentido, durante o seminário dedicado a tecnologia descentralizada, Levy também citou o BNDES Token como um exemplo para reforçar a preocupação da entidade bancária com investimento em inovação, segurança e transparência.

Ocorrido até ontem, 17, o evento também contou com um painel no qual foram abordados os benefícios da utilização das criptomoedas e seu potencial, com espaço exclusivo para discorrer sobre as plataformas Ethereum, Iota, EOS, R3 e Hyperledger. No entanto, o Bitcoin e alguns outros criptoativos não foram mencionados pelo presidente.

Representantes de diversos bancos nacionais e internacionais estavam presentes, como o Banco Central do Brasil, KfW, Banco Interamericano, NDB e também de empresas e instituições como IBM, Ethereum e muitas outras.

O superintendente da Área de Indústria e Serviços do BNDES, Júlio Ramundo, aproveitou para complementar o posicionamento de Levy, ressaltando que "o BNDES apoia inovação há muitos anos porque reconhece o setor como essencial para o desenvolvimento". Ele disse ainda que as prioridades centrais do banco são "o uso da digitalização nos serviços financeiros e o aumento do grau de transparência em resposta a demandas da sociedade".

Fora o BNDES Token, a instituição também possui mais dois projetos com blockchain em desenvolvimento: um deles em conjunto com a Agência Nacional do Cinema (Ancine) e o outro com o banco alemão KfW, que inclusive estava presente no evento.