O BITCOIN ESTÁ SE TORNANDO MAIS DESCENTRALIZADO, APONTA NOVA PESQUISA

O BITCOIN ESTÁ SE TORNANDO MAIS DESCENTRALIZADO, APONTA NOVA PESQUISA

O Bitcoin tornou-se mais descentralizado devido à vários fatores, de acordo com a empresa canadense de serviços financeiros Canaccord Genuity Group.

Em seu relatório de fevereiro, a instituição explicou que o bitcoin já foi menos descentralizado anteriormente, há algum tempo atrás, conforme medido pela sua distribuição de hashrate. No entanto, nos últimos anos, o “aumento da concorrência” entre os fabricantes de chips de mineração levou à diminuição da centralização.

Segundo a Canaccord, em meados de 2014, o pool de mineração GHash.IO controlava cerca de 50% do total de hash de bitcoin, fazendo com que a maior criptomoeda ficasse "vulnerável" a um potencial ataque de 51% (pois o controle da maioria do poder de hashing permite que maus atores potencialmente reescrevessem transações).

Todavia, em 2019, nenhum grupo de mineração "comanda" mais de 20% do hash do bitcoin, com cinco pools de mineração tendo de 10 a 20% e as equipes restantes coordenando menos de 10% do total.

O aumento da descentralização do bitcoin é um desenvolvimento "positivo fundamental", conforme disse a Canaccord, acrescentando que, embora existam vários fatores que contribuíram para isso, o aspecto mais importante foi a "comoditização de chips de mineração de bitcoin, como avanços em ASICs [circuitos integrados específicos de aplicação], que diminuíram permitindo uma competição mais ampla pelas recompensas de mineração do bitcoin”.

A Bitmain, por exemplo, tem visto uma crescente concorrência da Canaan Creative devido à sua "incapacidade de produzir uma alternativa significativamente superior ao Antminer S9", relatou a empresa. A competição mais próxima, levou a “Canaan Creative a vender seus chips para um público mais amplo de mineradoras que podem competir efetivamente com o Bitmain”.

Citando a pesquisa da ARK Invest, o relatório afirma ainda que a centralização do bitcoin, medida pelo Índice Herfindahl-Hirschman (HHI), declinou de forma constante de ~ 3.000 em 2013 para ~ 1.200 atualmente.

O índice HHI é usado para medir a concentração do mercado. Um HHI inferior a 1.500 é considerado um “mercado competitivo”, um HHI de 1.500–2.500 é considerado “moderadamente concentrado” e um HHI de mais de 2.500 é considerado “altamente concentrado”, explicou a Canaccord.