MURAL É ELABORADO EM CIDADE COLOMBIANA PARA LEVANTAR BITCOIN E APOIAR OS VENEZUELANOS

MURAL É ELABORADO EM CIDADE COLOMBIANA PARA LEVANTAR BITCOIN E APOIAR OS VENEZUELANOS

A equipe do serviço mexicano para o envio de remessas fiat e cripto, AirTM, em colaboração com o artista Criptograffiti, está realizando uma atividade de captação de recursos para a Venezuela em Cúcuta, cidade fronteiriça localizada na Colômbia. A ação é destinada a apoiar os venezuelanos em situação de precariedade, através de uma campanha beneficente que recebe doações em balanços de Bitcoin.

A campanha tem como objetivo aumentar os fundos de Bitcoin que serão utilizados principalmente para a reconstrução de um viveiro local, bem como para apoiar as 100 mil pessoas cadastradas na campanha Airdropvenezuela.org, que tem como objetivo levantar cerca de um milhão de dólares e conceder para cada pessoa registrada USD $ 10 para resolver algumas necessidades.

Nesse sentido, a iniciativa consiste na criação de um mural interativo com o rosto do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que é composto por um total de 1.000 adesivos de notas venezuelanas, que serão retirados do trabalho enquanto houver donativos de USD 10 $. Segundo o criador do trabalho, o processo procura simbolizar como cada doação ajuda o povo venezuelano a "derrubar Maduro", eliminando sua imagem.

PRÊMIOS ESPECIAIS

Há duas partes do mural especialmente projetadas para serem desenhadas entre os doadores que participam da campanha. Uma delas é destinada à pessoa que faz a maior doação e a outra será dada aleatoriamente a um participante.

Os interessados em participar de qualquer um dos trabalhos devem incluir seus dados pessoais no campo de anotações ao lado da doação.

A equipe organizadora também projetou algumas camisetas com imagens temáticas que estão à venda em pesos colombianos. Essa opção é especialmente direcionada para pessoas que querem colaborar, mas não têm saldos de Bitcoin para participar da campanha principal.

DISTRIBUIÇÃO DE FUNDOS

De acordo com informações publicadas no site Airdropvenezuela.live, 50% dos recursos serão utilizados para a reconstrução do viveiro pela Fundação Renacer, que oferece apoio às famílias afetadas pela difícil situação econômica da nação sul-americana.

Em colaboração com o Cripto Concierge, a equipe organizadora assegurará que os fundos sejam utilizados para esse fim, bem como para fornecer orientação e educação relacionadas a criptomoedas para apoiar as pessoas e empresas locais, promovendo assim a adoção dessas tecnologias como um meio para realizar operações de negócios fora dos controles do Estado.

Os restantes 50% dos fundos serão destinados à campanha #AirdropVenezuela, que fornecerá apoio a 100.000 venezuelanos doando a cada um US$ 10 em saldos criptográficos. Esta iniciativa está prevista para ser executada a partir de abril deste ano.