DASH DISTRIBUI 53 MIL SMARTPHONES COM CARTEIRA EMBUTIDA NA VENEZUELA

DASH DISTRIBUI 53 MIL SMARTPHONES COM CARTEIRA EMBUTIDA NA VENEZUELA

Nesta terça, 18, a equipe do Grupo Core do Dash publicou um relatório sobre a distribuição de mais de 60 mil smartphones na América Latina. Destes, o maior montante foi enviado para a Venezuela, com uma média de 26,5 mil smartphones distribuídos entre pequenos comerciantes no país.

O relatório não especifica para quais outros lugares latino americanos o resto dos equipamentos foi distribuído. Esses dispositivos são o resultado de uma aliança feita em agosto entre o grupo e os fabricantes norte-americanos KriptoMobile. Desde então, eles distribuíram esses smartphones que vêm com uma carteira embutida e com os aplicativos Uphold e Bitrefill. Também não foi informado quantos celulares foram vendidos.

Esses aparelhos são entregues com uma carteira de papel contendo entre 0,002-0,015 dash (cerca de US$ 0,17-1,29) a fim de aumentar a adoção desse criptoativo. Uma das características que a Dash exibiu ao longo do tempo é a privacidade. No entanto, o documento indica como foram acompanhados os fundos entregues com os smartphones. A equipe descobriu que cerca de 88% dos fundos entregues com o portfólio de papel não são utilizados.

Embora o volume de câmbio diário desta moeda tenha aumentado 263% neste ano, o grupo percebe como a estratégia de adoção usada na Venezuela não foi satisfatória, porém não menciona o restante da América Latina.

A falta de conhecimento sobre o uso dos criptoativos entre as pessoas que adquirem o aparelho pode ser uma das razões para esses números, diz a publicação. Além disso, o relatório também reconhece que os fundos incluídos na carteira de papel são muito poucos, o que torna impossível fazer uma compra. Por fim, indica que os fundos poderiam ser utilizados como reserva de valor, tendo em vista a alta inflação do país sul-americano, fator que explicaria o motivo de não terem sido utilizados.

No documento, eles anunciaram que irão distribuir um celular com funções básicas que irão permitir usar o dash através de mensagens de texto. Além disso, um aplicativo também será enviado para smartphones atuais e futuros para encontrar sites que aceitem dash como forma de pagamento.

Alguns números favoráveis, mas não conclusivos, estão presentes no relatório. Por exemplo, os dados indicam que os downloads de suas chaves oficiais na Venezuela aumentaram desde o anúncio da distribuição dos dispositivos. Entretanto, isso não estaria relacionado ao projeto, porque os smartphones incluiriam um chaveiro, de modo que o usuário final não precisaria fazer o download de outro.

Também foi relatado um maior uso da plataforma de troca Uphold no período imediatamente antes e depois da aliança com a KriptoMobile. Da mesma forma, ele indicou que o uso do Bitrefill, um aplicativo para recarregar celulares com criptoativos, aumentou entre outubro e novembro.