DADOS RECENTES DO GOOGLE APONTAM QUE AS PESSOAS PREFEREM COMPRAR BITCOIN SOMENTE APÓS SEU AUMENTO DE PREÇO

DADOS RECENTES DO GOOGLE APONTAM QUE AS PESSOAS PREFEREM COMPRAR BITCOIN SOMENTE APÓS SEU AUMENTO DE PREÇO

Ao contrário de como se pode pensar, o interesse das pessoas em comprar Bitcoins parece estar surgindo após o recente aumento dos preços da criptomoeda. Uma análise detalhada das pesquisas de tendência do mês passado revela que a frase "comprar Bitcoin" tende a aumentar exatamente após o crescimento no valor do criptoativo.  

SOBE O PREÇO E AUMENTA O INTERESSE

Os dados do Google Trends revelam que os volumes do termo de pesquisa "comprar Bitcoin" subiram no último mês após o crescimento no preço da moeda.

Fonte: Google Trends

O gráfico do Google mostra que o interesse na frase atingiu o pico em 3 de abril, alcançando uma pontuação de 100 (a pontuação mais alta) no Google Trends.

Na mesma data, o Bitcoin cotou cerca de US$ 5.300, o que representou um aumento considerável de cerca de 26% em relação aos dois dias anteriores, quando foi negociado em torno de US$ 4.200.

BITCOIN É TENDÊNCIA NOVAMENTE

Nessa mesma semana, o termo "Bitcoin" também foi uma tendência de busca no Google. Depois que o interesse público em Bitcoin caiu junto com seu preço nos últimos 12 meses, este mês foi reposicionado entre as tendências de busca mais populares da plataforma de pesquisa.

Possivelmente, o mais inesperado foi o top dos cinco países com mais pesquisas do termo "Bitcoin". Nigéria e África do Sul lideraram a tendência de busca pela criptomoeda, com a nação sul africana ficando em terceiro lugar. Por sua vez, a Horlanda e a Áustria estavam entre os primeiros interessados.

Enquanto isso, ao contrário do que sugerem as taxas de adoção e o entusiasmo pelo ecossistema, os Estados Unidos ficaram em 12º, de acordo com o maior interesse em buscas do Bitcoin no Google.

SINTOMAS DE FOMO?

Em outras palavras, parece que as pessoas estão mais dispostas a comprar Bitcoin quando a tendência do Google é maior do que quando é de queda. Um movimento oposto ao que qualquer investidor pode sugerir.

No entanto, essa alta procura pode indicar que as pessoas são propensas a não perder um novo aumento no preço. A tendência também é conhecida no mundo da Internet como FOMO ou medo de perder alguma coisa. O conceito nasce com a era digital e sugere a dependência atual da Web. Em suma, é o medo experimentado pelos usuários (geralmente jovens, mas não necessariamente) de perder alguma coisa nas redes sociais ou de ser excluído de um evento importante, uma tendência ou uma moda.

O fato de que o interesse em investir em Bitcoin diminui quando o preço está caindo talvez seja outro indicador que sustente esse tipo de comportamento.