CEO DA NASDAQ AFIRMA QUE CRIPTOATIVOS PODEM SER A MOEDA GLOBAL DO FUTURO

CEO DA NASDAQ AFIRMA QUE CRIPTOATIVOS PODEM SER A MOEDA GLOBAL DO FUTURO

Adena Friedman, presidente e CEO da multinacional de serviços financeiros Nasdaq, admitiu que as criptomoedas são uma invenção que "merece uma oportunidade para encontrar um futuro sustentável em nossa economia".

De acordo com um artigo publicado na rede social do LinkedIn, a executiva acredita que, após o nascimento do Bitcoin e o surgimento de múltiplos novos criptos, o futuro dessa tecnologia pode ter dois cenários: a inovação encontra utilidade prática ou não alcançará uma ampla adoção.

No artigo, intitulado "Novos capítulos sobre inovação e ruptura serão escritos em 2019", Friedman dedica uma seção para criptocorrências e afirma, em um título secundário, que estas poderiam se tornar uma "moeda global do futuro". Sobre o futuro da criptografia, ela apontou:

 

"O que vem a seguir é um dos dois resultados: ou a inovação encontra utilidade prática, seguida por anos de progresso comercial constante e sustentável e integração ao tecido econômico (por exemplo, a Internet); ou a invenção não alcança ampla adoção e suas aplicações comerciais como meio de troca são limitadas (por exemplo, o Segway)".

 

Ao liderar um dos mercados de títulos mais importantes do mundo, Friedman conhece os investidores e seus interesses em primeira mão. Por essa razão, ela garante que, nos últimos anos, alguns destes mais sofisticados observaram mais de perto as moedas criptografadas.

Após elogiar o desenvolvimento tecnológico dos criptoativos, a presidente colocou o marcador em dois ingredientes principais, que serviriam para estabelecer uma utilidade no futuro: clareza regulamentar e governança. Sobre este ponto, Friedman enfatizou que "sem um certo nível de supervisão e regulamentação, não é possível demonstrar um nível de transparência e equidade que gere confiança".

INVESTIMENTOS NO FUTURO

A Nasdaq e outras empresas de Wall Street destinaram fundos para vários projetos dentro do ecossistema criptográfico. Uma delas é a casa de câmbio de criptomoedas ErisX, que em dezembro do ano passado arrecadou 27,5 milhões de dólares, em uma rodada de financiamento na qual a Fidelity Investments e a Nasdaq Ventures participaram.

Quanto à injeção de recursos para o futuro, seja patrocinando empresas atuais no ecossistema ou criando novas startups, Friedman disse que na Nasdaq "eles estão trabalhando para que as criptomoedas conquistem a confiança dos investidores". Para este fim, a empresa oferece tecnologia para troca comercial, compensação e integridade comercial para casas de câmbio.

O índice de tecnologia, assim como o mercado que a Nasdaq cobre, estaria lançando seus futuros de Bitcoin para o primeiro trimestre deste ano de 2019, embora o projeto não tenha sido anunciado oficialmente.

A redação do executivo da Nasdaq em seu artigo enfatiza que os investidores institucionais estariam dispostos a direcionar recursos para o desenvolvimento de ativos digitais. No entanto, essa possibilidade estaria sujeita à aplicação de mecanismos regulatórios e de supervisão, algo que não é totalmente compatível com a natureza das criptomoedas, já que a descentralização é um dos seus valores fundamentais.