BITCOIN NÃO AMEAÇA A ECONOMIA MUNDIAL, REITERA O FSB

BITCOIN NÃO AMEAÇA A ECONOMIA MUNDIAL, REITERA O FSB

Exatamente. O Bitcoin e outras criptomoedas não representam uma ameaça para a economia global, porém devem ser monitoradas à medida que o mercado "continua a evoluir rapidamente". Essa é a avaliação da Junta de Estabilidade Financeira (FSB, em inglês), órgão internacional que analisa a economia mundial.

As observações vieram à tona em um relatório de 28 de dezembro do Reserve Bank of India (RBI), o banco central da Índia. O documento observou:

 

“O FSB realizou uma revisão dos riscos de estabilidade financeira apresentados pelo rápido crescimento dos criptoativos. Sua avaliação inicial é de que os ativos criptográficos não representam riscos para a estabilidade financeira global no momento”.

 

No entanto, o mercado está evoluindo rapidamente, e essa avaliação inicial pode mudar se os ativos forem usados ou interconectados de forma mais ampla com o núcleo do sistema financeiro regulado.

RELATÓRIOS ANTERIORES

Os novos comentários foram uma reiteração de um relatório de outubro de 2018 publicado pelo FSB. Lá, o grupo observou que as criptomoedas não eram uma reserva de valor viável ou um meio ideal de pagamento, mas não ameaçavam a economia mundial. Além disso, em março do ano passado, ele também disse o mesmo para o G20, o conjunto de países com as 20 economias mais fortalecidas do mundo.

No entanto, este relatório alertou que as criptomoedas são problemáticas devido à volatilidade de seus preços e podem representar apenas uma ameaça à economia global se “corroerem” a confiança dos investidores.

O Conselho de Estabilidade Financeira foi criado em 2009 pelos ministros das finanças do G20 e pelos governadores dos bancos centrais após a crise financeira global de 2008.

O FSB monitora a economia global e faz recomendações para promover a estabilidade. As políticas desenvolvidas pelo órgão não são juridicamente vinculativas, mas o G20 considera suas “opiniões”.

Embora a análise do FSB sobre o Bitcoin e os criptoativos não tenha sido um endosso, também não foi uma repreensão severa.