BITCOIN CORE NÃO É O ÚNICO CLIENTE PARA BITCOIN: É O PREFERIDO

BITCOIN CORE NÃO É O ÚNICO CLIENTE PARA BITCOIN: É O PREFERIDO

Um bug potencialmente perigoso para o Bitcoin foi encontrado no código-fonte do cliente Bitcoin Core na semana passada. Isso gerou alguma controvérsia na comunidade, especialmente em torno das responsabilidades derivadas desse tipo de evento e da maneira de reduzir sua incidência. Embora 95% dos nós da rede operem com o Bitcoin Core, este não é o único cliente; Em qualquer caso, é o preferido.

O erro revelou algumas falhas ocorridas, tanto na equipe principal do Bitcoin Core, quanto na comunidade de usuários do cliente, que delega a elas toda a responsabilidade pelo desenvolvimento do protocolo. A possibilidade de um ataque de Denial of Service (DoS) e um vetor inflacionário que permitiria a criação de mais bitcoins chocou os usuários.

Através de redes sociais como o Twitter, alguns usuários afirmaram que Wladimir Van der Laan, Gregory Maxwell e Matt Corallo são responsáveis diretos por este fato, uma vez que o primeiro introduziu definitivamente o erro no código.

Alguns asseguraram que a equipe não possui experiência suficiente e que os processos de avaliação das modificações do código são escassos. Apesar de o Bitcoin Core não ser a única opção, é o cliente preferido pela maioria dos operadores de nó de rede.

O Bitcoin Core é uma implementação derivada diretamente do protocolo original proposto por Satoshi Nakamoto, daí sua relevância. No entanto, existem atualmente outros clientes como Bitcoin Knots, BlockCypher, Bitcoin Server e btcd.

Esses outros clientes de código, apesar de serem completamente compatíveis com o Bitcoin Core, têm suas particularidades e opções disponíveis para aqueles usuários que não concordam com o desenvolvimento e estratégia da equipe do Bitcoin Core, mas querem continuar executando seus nós na rede.

BITCOIN KNOTS

Este cliente é um derivativo do Bitcoin Core, mantido principalmente pelo desenvolvedor Luke Dashjr. A última versão 0.16.3 knots pode ser usada como um cliente de desktop, como no caso do Bitcoin Core, para pagamentos regulares ou como um utilitário de servidor para comerciantes e outros serviços de pagamento. Embora tenha outros recursos e seu desenvolvedor avise que aqueles que implementam o código em seus nós devem fazê-lo por sua conta e risco, como no Bitcoin Core.

 

O Bitcoin Knots começou em dezembro de 2011 como Bitcoin Next-Test, um derivado do ramo "principal" do Bitcoin Core, com funções futuras e propostas fundidas da maneira mais imparcial possível às mudanças em si. Em 2014, devido a limitações de tempo e o desejo de manter um derivativo mais estável e saudável, comecei a basear a filial na última versão estável e incluí apenas modificações que pareciam razoavelmente seguras e que eu pessoalmente não considerava problemáticas ou defeituosas.

Luke Dashjr

Desenvolvedor, Bitcoin Knots

 

BLOCKCYPHER

Este é um cliente de código criado para gerenciar vários datacenters, para que o usuário possa programar algumas APIs disponíveis para executar vários clientes, não exclusivamente para o Bitcoin. Na verdade, se o desenvolvedor desejar, ele poderá usar as APIs do Ethereum ou do Dash. O BlockCypher possui um cliente Bitcoin que permite realizar as mesmas funções que um nó programado com o Bitcoin Core e pode interagir sem problemas com ele.

A principal diferença desse cliente com o restante das implementações é que ele é um terceiro confiável que fornece os serviços, de modo que o usuário possa contar com todas as funcionalidades, embora a infraestrutura fornecida dependa exclusivamente de sua equipe. Assim, projetos de alto impacto que usam suas APIs poderão escalar seus desenvolvimentos mais facilmente, bem como aqueles clientes que decidirem executar nós com sua implementação.

Segundo seu site, o BlockCypher utiliza as chaves privadas de seus clientes, embora assegurem que executem as APIs apenas temporariamente. Esse procedimento é questionável, pois coloca informações sigilosas nas mãos de terceiros que poderiam gerar vulnerabilidades de segurança para seus clientes.

SERVIDOR BITCOIN

É uma aplicação de console incluída como parte do libbitcoin-server, biblioteca de comandos e instruções do Bitcoin. Este thin client inclui a possibilidade de implementar um nó completo na rede Bitcoin, bem como um serviço para verificar as informações do blockchain Bitcoin, baseado no ZeroMQ. A documentação e os binários assinados para este nó estão disponíveis para Linux, OSX e Windows.

BTCD

É uma implementação escrita de um nó completo, que usa a linguagem de programação golang. O cliente de código foi desenvolvido desde outubro de 2013 e, embora ainda esteja em versão beta, oferece um software estável para interagir com a rede.

De acordo com o repositório do cliente no GitHub, o btcd "garante que todas as transações individuais admitidas cumpram as regras exigidas pela cadeia de blocos e também inclui controles mais rígidos que filtram as transações com base nos requisitos das mineradoras".

Uma diferença fundamental entre o btcd e o Bitcoin Core é que o btcd não inclui a funcionalidade de carteira, de modo que os usuários desse cliente não poderão fazer ou receber pagamentos diretamente com o btcd.