A MAIS ANTIGA CASA DE CÂMBIO DE BITCOIN DO REINO UNIDO CORTARÁ EMPREGOS

A MAIS ANTIGA CASA DE CÂMBIO DE BITCOIN DO REINO UNIDO CORTARÁ EMPREGOS

A Coinfloor, primeira bolsa de criptomoedas do Reino Unido, será forçada a reduzir drasticamente sua força de trabalho. A tendência de queda que caracterizou o mercado de moedas digitais ao longo deste ano parece ter afetado significativamente os níveis de comércio dessa casa de câmbio.

A informação foi confirmada pelo diretor geral da empresa, Obi Nwosu, que explicou que a decisão foi motivada pelo baixo volume de operações da plataforma. Embora ele não tenha esclarecido quantos dos 40 funcionários serão atingidos pela medida, a Coinfloor pode demitir a maioria.

Nwosu disse que a startup está atualmente passando por uma reestruturação, o que lhes permitirá concentrar seus esforços em suas vantagens competitivas. "Como parte dessa reestruturação, estamos fazendo algumas mudanças de pessoal e demissões", relatou. No entanto, ele apontou que os ajustes de pessoal são uma prática comercial normal para enfrentar mudanças no mercado.

A Coinfloor, que iniciou suas operações em 2013, abriu o primeiro mercado para a conversão direta de bitcoin em libras esterlinas. A casa de câmbio desempenhou um papel importante em termos de regulamentação do setor de criptomoedas, uma vez que estava trabalhando em estreita colaboração com o HM Revenue and Customs (HMRC) - órgão responsável pela cobrança de impostos no Reino Unido - para a classificação de bitcoin. Na verdade, foi a primeira casa de câmbio de criptomoedas registrada como um Exchange Office antes do HMRC.

Em março deste ano, a bolsa de criptomoedas britânica incorporou os contratos futuros da bitcoin em seus produtos. Era um serviço único no momento, pois oferecia investimentos diretamente no BTC.

No entanto, a crescente concorrência, somada à estagnação do mercado de criptografia, parece ter diminuído os ativos de empresas que possuem grande parte de seu capital denominado em moedas digitais.

É importante notar que, embora o Reino Unido tenha o maior número de casas de câmbio do mundo, a maior parte das transações globais está concentrada nos países asiáticos, como Malta e Coréia do Sul. Atualmente, o volume de negociação da Coinfloor está classificado em 117º no ranking de câmbio de moedas Coinmarketcap.